OLHO NA CIDADE

PROGRAMAÇÃO INTENSA PARA OS FÃS DE ARTE!27/09/17

2º Circuito 10 Contemporâneo!

Fãs da arte estão em ritmo de festa, já que a cidade recebe o 2º Circuito 10 Contemporâneo. A iniciativa começou em março deste ano e reúne as dez mais importantes galerias de arte de Belo Horizonte, que se organizam para lançar dez exposições inéditas que serão abertas simultaneamente.

 

Obra da galeria Quadrum

                            

 

Participam da edição AM Galeria, Beatriz Abi-Acl, Cícero Mafra, Celma Albuquerque, dotART, Lemos de Sá, Manoel Macedo, Murilo Castro, Orlando Lemos e Quadrum. As conversas começaram lá em 2016, em encontros casuais do mercado que foram desenhando o projeto que vai muito além de uma associação. Trata-se de um movimento espontâneo e colaborativo para fomentar público e mercado.

A grande novidade da 2ª edição é que o público terá uma van disponível para visitar as galerias participantes, além de ser convidado a ver, observar, apreciar, questionar e ser questionado. O circuito também conta com uma agenda de workshops e discussões sobre arte contemporânea e a presença de importantes artistas e galeristas. 

PROGRAMAÇÃO DE EXPOSIÇÕES:

Trabalhos Recentes - AM Galeria

Disponível até 30 de setembro

A exposição "trabalhos recentes" apresenta os últimos dois anos de produção do pintor Ricardo Homen e mostra séries de pinturas em diversas dimensões além dos objetos que passou a produzir nos últimos meses. 

 

Mariza Trancoso, Seus Anjos, suas Meninas, Figuras e Abstratos – 
Galeria Beatriz Abi Acl 

Disponível até 30 de setembro

Diplomada pela UFMG com especializações na Bélgica e na França, a artista Mariza Trancoso reúne em seu trabalho características do expressionismo, do moderno e do contemporâneo, estilos que refletem uma obra essencialmente pintura.

 

Volumetrias – Galeria Celma Albuquerque

Disponível até 30 de setembro

A exposição coletiva Volumetrias apresenta obras dos artistas Beth Jobim, José Bechara, José Bento, Raul Mourão e Waltercio Caldas. O conceito de volumetria na arquitetura pode ser definido como um conjunto de dimensões que determinam o volume de uma construção. Nesta exposição, podemos ver um conjunto de obras/volumes que determinam não só suas próprias dimensões como também reconfiguram e redimensionam o espaço arquitetônico no qual estão inseridos.

 

Intervenções – Studio Cícero Mafra

Disponível até 02 de outubro

Para a artista plástica Solange Costa, a pintura sempre foi uma vocação, depois aprimorada na Escola de Belas Artes Gran Peña em Madri, onde, aliás, ela passa grande parte do tempo, dedicada às suas produções. As obras apresentadas foram criadas especialmente para essa exposição. São intervenções da artista em óleo sobre fotografias de Cícero Mafra.

 

Coletiva – dotART Galeria

Disponível até 21 de outubro

A dotART galeria apresenta a segunda edição do “Programa Gravura” e terá como convidado o artista carioca Elvis Almeida. Formado em gravura pela EBA –UFRJ em 2013, ele conta que esse trabalho é um reencontro com a prática da gravura, uma vez que sua referência para a produção de pinturas veio das gravuras. Trabalhou exclusivamente com pintura desde de 2013, portanto a gravura que será lançada é um resultado de um enorme aprendizado que construiu a partir da pintura. O Programa Gravura, da dotART Galeria, foi lançado no dia 4 de julho de 2017 e propõe apresentar uma edição de 10 gravuras de artistas distintos que estejam produzindo obras recentes, variando técnicas e conceitos que serão apresentados ao público, nos intervalos das grandes exposições. Quem visitar a galeria durante o 10 Contemporâneo ainda pode conferir as exposições “Re-“, do artista Barrão; “Children’s Corner”, de Renata Egreja e na Sala Pensando, “Meu mundo teu”, de Alexandre Sequeira.

 

Célia Euvaldo – Galeria Lemos de Sá

Disponível até 30 de setembro

Célia volta a nos surpreender, suas pinturas despertam um interesse particular para a experiência estética na sua obra. O preto impõe-se com sua presença já conhecida no trabalho e a aguada, em cores tênues, delicadas, diria mesmo, discretas, contrariam a imposição do preto, pela sua delicadeza. Toda uma nova experiência poética surge nesses novos trabalhos de Célia Euvaldo.

 

José Resende – Manoel Macedo 

Disponível até 04 de novembro

A solução clara, elegante, de articulações plásticas tensas e precárias distingue prontamente uma escultura de José Resende. A disparidade de materiais, o recurso a laços, nós e dobras como agentes de sustentação, até a sua posição circunstancial no ambiente, tudo converge para uma configuração positiva que testemunha a maleabilidade inesgotável do espaço, a disponibilidade essencialmente plástica do mundo. 

 

A Convergência do Design e da Arte Contemporânea – Murilo Castro

Disponível até 07 de outubro

O mundo moderno sempre buscou a integração entre a Arte e a Indústria substituindo os antigos ateliês por estúdio de criação coletiva, sintetizados pela Bauhaus que propunha a unidade de todas as artes através de práticas interdisciplinares visando a produção de objetos ao mesmo tempo úteis e belos. Nos últimos tempos tem-se desenvolvido pesquisas sobre o tema e realizado exposições que abordam a relação entre a Arte e o Design no mundo moderno e contemporâneo.

 

Deneir, um sobrevôo sobre o erudito e o popular – Galeria Orlando Lemos

Disponível até 06 de outubro

Deneir de Souza começou a sua vida artística aos 19 anos, quando frequentou um curso livre de arte.  Sua arte é desenhada, sonora, impregnada de sentidos e sensações, emoções e ações, movimento e cor. Ele tudo entrelaça e vai compondo poemas. Ora lúdico, ora crítico, ora poético, Deneir sempre apresenta algo capaz de nos fazer pensar a natureza do mundo material. Ao apanhar desperdícios ele renova sentidos no mundo.

 

Uma Face Inédita – Quadrum

Disponível até 11 de outubro

Nesta mostra será apresentada uma face inédita da obra do artista paulistano Thomaz Ianelli, composta por objetos e assemblages. Cada trabalho do artista traz a marca de um profundo respeito e o reconhecimento de que o objeto artístico é o resultado de um consórcio entre a mente, o olho, a mão, o plano branco da tela ou do papel, as cores, e a matéria que pode até ser uma sucata de metal, anônima até o momento em que o artista mirou-a.

Todas as informações do evento podem ser acessadas aqui. Estamos de olho! 

 

SERVIÇO:

2º Circuito de Arte 10 Contemporâneo

Data: até 30 de setembro de 2017

Informações: http://www.10contemporaneo.com.br

 

 

Obra em exposição na galeria Celma Albuquerque!

 

#arte

 

JR MENDES (DA REDAÇÃO)

FOTOS DIVULGAÇÃO




COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS




MENSAGEM




FACEBOOK