ND AMA

CAFÉ: 'À PROVA DE BALAS' PARA O SEU BEM22/01/18

Nossa colunista fala sobre o famoso bulletproof coffee; corre pra saber!

Existem várias perguntas acerca do Bulletproof Coffee. No meu Instagram (@xandafogaca) encorajei meus seguidores a enviarem suas perguntas a respeito do "café à prova de balas" e vou tentar responder à maioria delas de forma prática e rápida. Aqui, vou compartilhar com vocês informações colhidas durante meus estudos sobre o tema e baseadas nos testes que tenho feito com esse superalimento em mim mesma e em pessoas do meu convívio.

Nada daqui são instruções ou sugestões. Você deve ler e absorver o conteúdo com consciência e, caso opte por ser o próprio “biohacker” de seu metabolismo, faça os testes e pratique com responsabilidade e sabedoria. Muitas das melhores descobertas que fazemos sobre nós mesmos são baseadas em testes e aplicações conscientes acompanhadas de muita pesquisa e autoconhecimento.

Xanda conta tudo sobre a bebida da vez

                                     

O que é o bulletproof coffee?

Uma mistura de uma xícara alta de café livre de toxinas (vou chegar lá na nota da próxima semana) + 1 colher (sopa) de manteiga ou ghee feita de vacas que comem GRAMA + 1 colher (sopa) de TCM (triglicerídeos de cadeia média) - uma forma mais pura do óleo de coco que é muito mais rapidamente metabolizada pelo organismo e utilizada como fonte de energia. Atenção: é muito importante que a manteiga que você vai adotar para essa receita seja proveniente de uma fonte pura e natural, pois o que come o que comemos é tão importante ou mais que aquilo que ingerimos.

Pra que serve?

É uma bebida de alto desempenho que visa promover impacto na energia física e na função cognitiva.

Onde o café à prova de balas começou?

Dave Asprey era um empreendedor bem-sucedido do Vale do Silício quando sua saúde realmente começou a declinar. Ele era obeso, pesando quase 130kg. Também sofria de cansaço crônico e sua função cerebral estava prejudicada. Durante anos ele tentou restringir calorias e testou dietas de todos os tipos. Nada ajudou. Quando tinha 30 anos, os médicos lhe disseram que ele estava em grande risco de um acidente vascular cerebral ou ataque cardíaco.

Depois de uma viagem ao Himalaia, Dave experimentou uma bebida que lhe proporcionou resultados surpreendentes. A 8.000 metros acima do nível do mar e a -20°, sua energia estava caindo - até que ele conseguiu se abrigar em uma casa de hóspedes e uma senhora lhe ofereceu uma xícara cremosa de chá verde com manteiga de iaque (animal encontrado nas montanhas do Tibet). A bebida infestada de manteiga é uma necessidade para as pessoas no Tibet, que vivem e trabalham em terrenos tão acidentados e de alta altitude. A bebida imediatamente forneceu a ele energia, disposição e muito bem-estar. Era como se uma chave fosse ligada em seu cérebro e corpo. O biohacker (pesquisador interno sobre o próprio metabolismo) dentro dele se perguntou por que o chá o fazia se sentir tão bem.

Após isso ele começou sua jornada de pesquisas e testes sobre por que a manteiga de iaque transformou seu cérebro. Eventualmente, Dave substituiu o chá por café livre de toxinas e manteiga de iaque por manteiga de vaca que se alimenta em pastos. Testou com óleo de coco e, depois de mais estudos e testes, concluiu que o TCM, por ser a fórmula mais pura do óleo de coco, foi a chave para a poção da energia perfeita. Juntos, esses três ingredientes visam proporcionar energia abundante e claridade mental. Foi assim que nasceu o café à prova de balas.

Utilize café de qualidade, pleeeeease!

Objetivos de quem toma 

Começar o dia com cereais, granolas, torradas, frutas ou outras opções ricas em carboidratos causa picos de açúcar no sangue. Isso fornecerá uma rápida explosão de energia, mas, no meio da manhã, o açúcar no sangue irá cair, causando fome, cansaço e falta de foco. Começar o dia com uma refeição rica em boas gorduras, principalmente associada a um bom café, oferece uma série de vantagens que causam efeitos satisfatórios para o corpo e para a mente.

Energia constante e duradoura. A gordura saturada na manteiga de vacas que pastam retarda a absorção da cafeína, o que fornece energia até várias horas, ao invés de um pico de explosão e depois perda de energia. Sem nervosismo, tampouco, pois os efeitos negativos que algumas pessoas sentem ao tomar café não estão relacionados à cafeína propriamente dita, mas às reações causadas por toxinas provenientes de fungos presentes nos grãos de café: as micotoxinas.

Maior foco e claridade mental: as gorduras são os alimentos do cérebro, usadas de forma mais eficiente que carboidratos ou açúcar. 

Um cérebro mais afiado: os bioflavonóides no café podem realmente tornar você mais inteligente ao intensificar o disparo neuronal no cérebro. Isso significa que suas células cerebrais se comunicarão mais rapidamente, de modo que os pensamentos venham mais fluidamente e você terá uma melhor percepção cognitva. 

Na coluna da próxima semana eu falo um pouco mais sobre cada um dos ingredientes do bulllet! Fique ligado e bom café!

XANDA FOGAÇA (COLAB ESPECIAL)

FOTOS DIVULGAÇÃO 




COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS




MENSAGEM




FACEBOOK