ND AMA

TRATAMENTOS PARA A REGIÃO DOS OLHOS!17/05/18

CONHEÇA OS MAIS PODEROSOS NO COMBATE ÀS RUGAS E FLÁCIDEZ

Noites mal dormidas, tabagismo, bebida alcoólica e estresse podem resultar naquele olhar de cansaço, mas o processo natural de envelhecimento da pele, com a consequente perda de colágeno, é a principal causa das rugas e flacidez nas pálpebras, e mudanças hormonais também podem influenciar. A musculatura da região começa a ficar mais fina e menos firme, dando uma aparência mais velha, não apenas isso: dependendo da gravidade, a queda das pálpebras pode prejudicar a capacidade visual. Alterações como surgimento de bolsas abaixo dos olhos, depósitos de gordura, olheiras profundas, aprofundamento dos sulcos ao redor dos olhos e sobrancelhas caídas completam e pioram o quadro.

 

Cuidando muito bem da região dos olhos!

 

Uma boa maquiagem pode ajudar a disfarçar esses incômodos, só que o tratamento dermatológico certo irá garantir uma aparência rejuvenescida por mais tempo e com o bônus de poder ser feito em consultório – o que traz mais conforto. Não custa lembrar que os procedimentos para flacidez e rugas nas pálpebras também são métodos preventivos e, portanto, podem ser iniciados antes do seu surgimento, por volta dos 30 anos. Entre eles, destaco o Ultraformer III, um ultrassom de lifting, não invasivo, que estimula a produção de colágeno em diferentes níveis, desde a fáscia muscular até a derme. Ele atenua linhas de expressão e rugas finas, combate a flacidez e remodela o contorno do rosto. 

Outro protocolo que transforma o olhar é o Fotona 4D, laser que estimula a produção de colágeno e promove um minilifting. A plataforma atenua rugas e manchas, melhora o relevo, a textura e o contorno facial. Já a toxina botulínica reduz ou elimina temporariamente rugas de expressão, como as de bravo, entre as sobrancelhas, ruguinhas que aparecem na testa e “pés de galinha”.

 

Converse com um especialista para avaliar o melhor tratamento para o seu caso!

Técnica bastante eficaz, o VoluDerm® conta com uma ponteira formada por 36 microagulhas superfinas que injeta na derme uma energia híbrida de radiofrequência e corrente elétrica galvânica. Essa energia aquece a derme e estimula a autoprodução de ácido hialurônico, regeneração e estímulo de colágeno e aumento de elastina. Com isso, o método preenche linhas finas, devolve volume e firmeza ao rosto, melhora a textura de pele, reduz os poros e devolve luminosidade e viço. 

Agora é só buscar a orientação de um médico dermatologista da sua confiança para definir qual desses procedimentos trará o melhor resultado para o seu olhar. 

 

#semflacidez

 

TATHYA TARANTO (COLAB ESPECIAL)

FOTOS BANCO DE IMAGENS



COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS




MENSAGEM




FACEBOOK