ND AMA

UM FESTIVAL DE FASHION FILMS CHAMADO DOG23/11/18

Projeto barcelonês chega à capital mineira balançando a rede da moda

Moda e cinema caminham juntos há tempos e seria capaz de dar vários exemplos aqui, mas o foco agora é  anunciar a chegada do Festival Internacional de Documentários de Moda, o FEED DOG (sim, é DOG e não DOC, pois o nome faz referência às ranhuras de máquina de costura), que estreia sua programação gratuita em Belo Horizonte entre os dias 27 de novembro e 2 de dezembro.

Criado em 2015 em Barcelona, o FEED DOG iniciou sua atuação no Brasil com a realização de uma edição em São Paulo, em 2017. Para a capital mineira, o festival traz uma intensa programação que conta com exibições de 12 filmes documentários que abordam as diversas esferas de manifestações deste universo, além de sessões comentadas, exposição fotográfica e oficinas que reafirmam a moda como uma atividade de identificação universal.

“O objetivo do FEED DOG é revelar ao público os diversos elementos que envolvem o universo da moda, para muito além do que se pode ver nos desfiles e nas vitrines. Acreditamos que moda é cultura. E é a partir dessa percepção, de um universo complexo, sedutor e cheio de contradições, que nos interessa mostrar e discutir a moda”, conta Marcelo Aliche Andrade, curador do FEED DOG Brasil.

A programação do festival será inaugurada na terça-feira, dia 27, às 19h30, no Sesc Palladium, com a exibição do longa “The First Monday in May”, dirigido pelo cineasta americano Andrew Rossi, conhecido pelo premiado documentário “Página Um: Por Dentro do The New York Times” (2011). O  longa desvenda um dos maiores eventos fashion do circuito internacional, o celebrado e cultuado Baile de Gala do MET, que acontece anualmente no Metropolitan, em Nova York. Assim, a produção propõe um registro cirúrgico de toda a realização da edição de 2015 do baile, desnudando os bastidores da noite mais famosa do mundinho.

PROGRAMAÇÃO

Dentre as cinco produções nacionais estão quatro longas metragens e um curta, são eles: “Fios de Alta Tensão”, de Sérgio Gag; “Fora do figurino”, de Paulo Pélico; “Idades da Moda”, de Marcelo Machado e Gilmar Moretti; “Deixa na Régua”, de Emilio Domingos e “Mini Miss”, de Rachel Ellis, respectivamente.

Um dos destaques é o longa “Fios de Alta Tensão”, que estreia sua participação inédita no dia 29 de novembro, às 19h, no MUMO - Museu da Moda de Belo Horizonte. O documentário investiga a importância do cabelo na construção da identidade de indivíduos, comunidades e grupos étnicos. O filme percorre diferentes estados brasileiros

A programação do FEED DOG conta com sete produções estrangeiras, de regiões variadas e origens e tradições muito particulares, convidando o público a conhecer formas plurais de manifestação de valores por meio da moda em todo mundo. Um dos destaques é “Bangaologia – The Science of Style”, filme angolano dirigido por Coréon Dú, que traça um panorama de como a cultura africana e seus respectivos valores têm, cada vez mais, inspirado o mundo da moda e estética.

O documentário investiga como se deu esse processo, apresentando o estilo de vida, de se vestir e a essência da cultura africana que inspira tantos criadores de arte, moda, músicos e artistas em todo o planeta, ao mesmo tempo em que desconstrói conceitos pré-concebidos sobre o continente multifacetado. “Bangaologia – The Science of Style” terá uma exibição única no dia 29/11, às 17h30, no Sesc Palladium.

EXPOSIÇÃO

Seguindo seu compromisso em apresentar a pluralidade de manifestações e possibilidades do universo da moda, o FEED DOG promoverá do dia 27 de novembro a 7 de dezembro, no MUMO, a exposição fotográfica “FEED DOG Fotosite”. A montagem apresenta 40 retratos de um acervo de mais de 2 milhões de fotos de passarelas, backstages e das ruas, que foram registradas durante 20 anos pela Agência Fotosite, responsável por um dos mais importantes acervos fotográficos sobre a moda brasileira e internacional no país.

Com curadoria de Jussara Romão, a exposição procura explorar manifestações que tangenciam a realidade e o que existe de lúdico no universo da moda. No dia 27 de novembro, às 18h, ocorre o evento de abertura da exposição no Museu de Moda de Belo Horizonte, seguido por uma visita guiada e comentada pela jornalista Flavia Guerra e pelo fotógrafo Marcelo Soubhia, fundador da Agência Fotosite.

Um dos destaques do festival é que a programação de atividades educativas conta, também, com uma parceria com o Centro Cultural Lá da Favelinha, um projeto de resistência, produção cultural e artística dentro do Aglomerado da Serra. Uma destas ações é a Oficina de Upcycling, que acontece no Museu da Moda nos dias 29 e 30 de novembro e dia 1º de dezembro, sempre das 15h às 19h. O encontro convida o público a entrar em contato com a filosofia do upcycling, também conhecido como reutilização criativa, instigando os participantes a criarem, a partir de roupas danificadas e abandonadas, novas peças de vestuário.

Fechando a parceria com o projeto Lá da Favelinha, o FEED DOG recebe a oficina “Trançadeiras” no sábado, 1º de dezembro, das 15h às 19h. A atividade propõe uma mistura de oficina e salão de cabeleireiro improvisado, comandado pela trançadeira oficial do Favelinha Fashion Week, Luciana Santos, mais conhecida como Lu Tranças. As aulas e práticas acontecerão de forma livre, por ordem de chegada, tanto para quem quiser participar e aprender técnicas e dicas para trançar o cabelo, quanto para quem quiser ter o cabelo trançado.

Serviço:

FEED DOG BRASIL 2018 - Festival Internacional de Documentários de Moda

Quando: 27 de novembro a 2 de dezembro

Local: Sesc Palladium (Av. Augusto de Lima, 420 – Centro) e Museu da Moda (R. da Bahia, 1149 - Centro)

Entrada Franca

Informações: http://br.feeddog.org/

Facebook: https://www.facebook.com/feeddogbrasil/

DA REDAÇÃO

FOTOS DIVULGAÇÃO



COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS




MENSAGEM




FACEBOOK