COLUNA DA CHEFE

TUDO COMEÇA COM UM CINTO DE SEGURANÇA17/03/17

Cooperativa faz moda e sustentabilidade caminharem pertinho do desejo

Resíduos do setor automotivo, como aparas de couro, cintos de segurança (sim, eles são o ponto alto do trabalho) e tecido de bancos são matéria-prima para as bolsas, mochilas, carteiras e brindes especiais feitos pelos artesãos (são 11 mulheres e um rapaz) da Cooperárvore, projeto incubado dentro do programa social Árvore da Vida, da Fiat Chrysler Automóveis (FCA), em parceria com as ONGs AVSI e CDM, que passa a fazer parte da família ND também, a partir de agora. Fique de olho nas ruas (vai ter NDMóvel) e nas nossas redes!

E hajam cintos de segurança!

Por trás de cada produto estão Alexandre, Ana, Claudinéia, Daiane, Djanira, Iracema, Keiliane, Maria Aparecida, Rita, Silvane, Sirley e Suellen, turma que fui conhecer de perto, na última semana, no Jardim Teresópolis, região com um dos menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) de Betim. Criada há 10 anos, a cooperativa gera renda para moradores a partir do design e da moda em um processo produtivo circular e que agora desemboca na web com um e-commerce novinho e cheio de produtos bacanas. 

Um pouco de história e de números

Criada em 2006, a Cooperárvore é formada por donas de casa, mães, avós e esposas que assumem múltiplos papéis de gestoras, costureiras, designers e vendedoras. A dedicação vem acompanhada da melhoria de renda, com mais recursos disponíveis para a educação dos filhos e para investirem nelas mesmas. Desde a criação, 238 mil peças já foram produzidas e comercializadas até para o exterior (sim, elas já foram expor os produtos na Itália; e fizeram sucesso!) a partir da reutilização de 28 toneladas de materiais doados por empresas do setor automotivo. 

Mas a coisa não fica só no produto. Desde 2014, 7 mil mulheres - mais de 20% dos moradores da região - participaram de campanhas de empoderamento feminino e seminários sobre o papel da mulher na busca de uma sociedade justa e pacífica. Outras 300 foram atendidas com serviços gratuitos de orientação familiar e de mediação de conflitos, contra a violência doméstica.

O projeto, que somou investimentos de R$ 1,2 milhão e contribui para a política externa da União Europeia no contexto do “Instrumento de Estabilidade e Paz”, também trouxe mudanças no dia a dia produtivo da cooperativa. Além de cursos de formação profissional e assessoria técnica, a chegada de 26 novos parceiros, entre pessoas físicas, empresas, universidades, ONGs e organizações do setor público, fez o faturamento do grupo aumentar mais de 136% no último ano.

Minha bolsa predileta dentre os ítens da coleção de clássicos da Cooperárvore

Marco Lage, diretor de Comunicação Corporativa e Sustentabilidade da FCA, acredita que mulheres que trabalham em rede podem alcançar muito mais resultados na conquista da cidadania. “A cooperativa é um exemplo de que a inclusão social e a profissionalização geram uma onda de reflexão na comunidade, impulsionando novas atitudes”, destacou, durante o evento que comemorou a primeira década do projeto na Casa Fiat. Na ocasião, foram apresentados os resultados da parceria com a União Europeia e lançada a coleção 2017, que tem várias peças-desejo. 

Batizada de “Renove-se”, tema que tem a ver com o momento da moda e do Brasil, a coleção conta com 76 peças e acessórios com estampas inspiradas na figura feminina. Quadrados, losangos e triângulos estendem-se para as listras com cores vibrantes e formas assimétricas. A relação do grafismo com o tema da nova coleção simboliza os conceitos de valorização da mulher e da moda sustentável. Será um grande prazer contar essa história. 

Serviço

COOPERÁRVORE

Contato:  (31) 3591-5896

Instagram: @cooperarvore

Facebook: https://www.facebook.com/Cooperarvore.ArvoredaVida

NATALIA DORNELLAS

FOTOS DIVULGAÇÃO 

 




COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS (1)


Estela Ruffino - 17/03/17


Trabalho magnífico! Parabéns!





MENSAGEM




FACEBOOK