MODA

NYC X BH: UM RETORNO ÀS ORIGENS17/09/18

Sucesso no último Minas Trend, Fábio está de volta a Beagá

Depois de estrear impecável no último Minas Trend, a NotEqual anuncia sua chegada definitiva ao Brasil, ou melhor, a Belo Horizonte, terra de seu criador. Comprometida principalmente pela busca da individualidade, seja em peças únicas seja em uma atitude política e inclusiva, a marca que nasceu em Nova York alia design de alto nível a preço justo.  

Fábio Costa volta às origens mineiras com sua moda internacional 

Por sermos uma empresa pequena, eu consigo fazer com que meu produto chegue ao mercado com um preço bem mais acessível, sem comprometer a qualidade”, explica o estilista e criador da marca Fábio Costa.

A NotEqual é um ateliê de “slow fashion'', que tem como objetivo criar moda sem gênero e sem regras. Cada peça apresenta alta qualidade e atenção aos detalhes, modelagem inovadora e beneficiamento de tecido e técnicas artesanais.

A marca surgiu em Nova York, de um projeto do Kickstarter onde eu arrecadei uma verba de US$ 21mil para montar um estúdio e desenvolver um estudo de ergonomia que resultou em um novo sistema de medidas baseado na proporção áurea, que é a base de toda a modelagem que faço”, conta Fabio.

Foram 12 anos em solo americano. Por lá participou, em 2012, do reality Project Runway – temp. 10, terminando a competição em 2o lugar. Na bagagem, trouxe também temporadas no estilo de grifes como Helmut Lang. “A convite da American Folk Art Museum, desenvolvi um look para a exposição Folk Couture. Essas peças hoje fazem parte do arquivo do museu”, acrescenta. Nos últimos quatro anos, o estilista também se dedicou ao figurino, tendo confeccionado peças para "Hello Dolly" e "Beautiful e Whipped Cream Ballet", entre outros.

Mas por que Belo Horizonte? Voltar para onde tudo começou era uma urgência em tempos turbulentos. “Minha avó era a costureira do bairro e esta foi minha primeira influência. Mas como moda, tudo começou pela necessidade de autoexpressão e de me descobrir através do estilo pessoal. Me envolvi na vida noturna muito jovem, quase criança, e esta relação de se liberar pelo vestuário foi o meu interesse inicial”, finaliza.

Pois que seja muitíssimo bem-vindo de volta!

DA REDAÇÃO

FOTOS: NOTEQUAL/DIVULGAÇÃO



COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS




MENSAGEM




FACEBOOK