ND AMA

UM BALANÇO DA SEMANA DO CAFÉ EM BEAGÁ!!!30/10/17

Marcelo Diogo conta tudo que viu!

Se encerrou na sexta-feira, dia 26, mais uma Semana Internacional do Café (aqui), evento que reuniu, nos últimos três dias, cafeicultores, torrefadores, classificadores, exportadores, compradores, fornecedores, empresários, proprietários de cafeterias e apreciadores do mundo todo aqui em Belo Horizonte.

ND marcando presença na Semana Internacional do Café

O evento foi no Expominas, na Gameleira, e reuniu cerca de 14 mil pessoas. Pude passear pelos diversos estandes de produtos, utensílios e maquinário: uma verdadeira aventura. Passei estes três dias entre os produtores de café e suas provas maravilhosas, os cuppings (prova de infusão de café, onde se ganha uma colher e chupa o líquido exatamente como a nossa mãe não nos ensinou, fazendo bastante barulho), o maquinário fantástico de colheita, separação de grãos, torra e serviço. No primeiro dia provei aproximadamente 50 cafés, e no fim do dia nem conseguia mais piscar o olho, êxtase total proporcionado pelo excesso de cafeína. A torra ao vivo e o perfume me fizeram viajar pelas estradas de Minas, onde frequentemente podemos sentir o cheiro. O segundo dia foi proveitoso para relacionamento e pude conhecer e conversar com muitas pessoas, além de ter ganhado alguns brindes bem bacanas. O terceiro dia, aberto ao público em geral, ficou bastante cheio e não pude aproveitar tanto.

Vai um cafezinho, aí?

Tive a companhia do meu amigo Caio Tucunduva, professor do SENAC/SP e referência no mercado nacional, que veio de São Paulo para o evento. Aprendi muito e vi que tenho muito mais a aprender, principalmente no quesito degustação e aprimoramento na avaliação de sabores, acidez, gosto e retrogosto. 

O destaque de melhor prova foi para o café Salada de Frutas, do Sitio Santa Rita (veja), e do Honey Coffee da Fazenda Capadócia. O melhor espresso ficou por conta da incrível máquina manual da Aram Soul Craft (aqui), com o café Jasmim do Sitio Santa Rita.

No quesito curiosidade, gostei muito de provar o licor de casca de café do pessoal do Grandpa Joel’s Coffee (aqui), que ganhou também meu prêmio de embalagem e stand mais bonitos.

Aconteceu também a etapa da Copa de Baristas e o disputado Coffee of the Year, onde é escolhido o melhor café do ano no Brasil. Hoje serão apresentados os vencedores, mas os 25 finalistas você pode ver aqui.

Café é coisa séria!

Ganhei um presente do pessoal da Pressca, uma cafeteira portátil por pressão manual, que pretendo usar muito nas viagens e passeios pelas estradas de Minas. Eles inclusive levaram para a feira o protótipo de uma balança portátil, que parece uma colher com medidas, e será em breve uma opção barata para os apreciadores dos cafés especiais.

O evento foi uma oportunidade incrível para provar, aprender, conhecer pessoas e ver que o mercado de cafés especiais está cada vez maior e melhor estruturado no Brasil. Que venham mais eventos, pois conhecer mais nunca é pouco.

#gasolina&cafeína

MARCELO DIOGO (COLABORAÇÃO ESPECIAL)



COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS




MENSAGEM




FACEBOOK