ND AMA

DEPOIS DE UM GAP, SUSAN ESTÁ DE VOLTA06/08/18

DE MYKONOS, NOSSA ÜBER COLUNISTA MANDA SUAS APOSTAS

Queridxs, este mês, em função de uma estafa - sim, sou do tempo da estafa e não do stress! - por excesso de trabalho, bancas de mestrado e doutorado, aulas magnas e curadorias pelo mundo afora, acabei fazendo férias forçadas em Mykonos, junto com marido e meu netinho George. Todos sabem que sou uma workaholic inveterada e que decretar falência não faz meu estilo, mas acontece até com simples mortais como eu.

Hoje gostaria de apresentar duas apostas minhas, descobertas recentemente nas Gerais de Rosa e Drummond! Não, não são poetas! São dois fotógrafos: Daniel Moreira e Pedro Mendes, que fazem da imagem, poesia!

 

PEDRO E DANIEL SÃO AS APOSTAS DE SUSAN NA FOTOGRAFIA CONTEMPORÂNEA

Daniel Moreira

Tem 40 anos, vive em BH, migrou para a fotografia depois de trabalhar por dez anos como publicitário e tem mostrando a que veio com exposições no Palácio das Artes, Rio e SP. Recebeu algumas premiações e foi contemplado em 2014 com o XIV Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia. Além de lindo e simpático, é talentosíssimo! Ele deixa tudo e todos lá onde estão, nas margens de um mundo que parece desconhecer e para o qual são igualmente desconhecidos. Constrói sua arte, por meio de recortes pictóricos e instalações fotográficas, onde geralmente aborda assuntos de teor social e os externa em suas relações com o imaginário, buscando diálogo entre situações e processos documentais e as artes visuais. Assim, ambulantes, loucos, catadores de lixo, gente do “brejo da cruz” no dizer de Chico Buarque, são os protagonistas das suas belíssimas e poéticas fotografias que agora cresceram e viraram instalações. Confiram in loco e ao vivo!

- “Sob o Céu que Nos Protege”, criado em parceria com o artista plástico Leandro Gabriel na PQNA Galeria Pedro Moraleida, do Palácio das Artes, até 20 agosto.

- Até 7 de outubro participa da exposição coletiva “Entre Acervos” na grande galeria do Palácio das Artes.

- Abre dia 7 de agosto a individual “Paisagem Ambulante 381” na galeria do Centro Cultural Fiesp, em São Paulo.

- Dia 1o a 30 de setembro participa de uma coletiva sob minha curadoria na Lemos de Sá Galeria, que o representa. O rapaz não para!  

Pedro Mendes

Tem 29 anos, é fotógrafo autodidata e começou a se interessar pela fotografia por volta dos 14 anos, através de seus dois tios, apaixonados pelo tema. Viajou pelo mundo durante alguns anos e, após regressar ao Brasil com inúmeras imagens feitas pelos locais por onde passou, decidiu se profissionalizar após o incentivo de todos ao seu redor. Sempre interessado em poesia, arte e comportamento humano, viu na fotografia uma oportunidade de expressar seu olhar publicamente.

Tem apresentado seu trabalho na ARTE-BH, na galeria da Cemig recentemente e foi a aposta pela Lemos de Sá Galeria na 10 Contemporâneo, agora no final de julho. Gosto especialmente de uma série fotográfica feita na Índia, em que explora sobretudo o laranja e azul do rio Ganges. Em setembro também estará na coletiva sob minha rigorosa curadoria na Lemos de Sá, onde apresentarei a nova - e nem tão nova assim -  safra de artistas mineiros. Aguardem!  

Beijos! Arriverderci!

SUSAN O. CAMPO (COLLAB ESPECIAL, FROM MYKONOS)

 FOTOS DIVULGAÇÃO



COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS




MENSAGEM




FACEBOOK