GENTE

DESIGN MINEIRO EM QUATRO NOMES #HOT15/06/18

NOSSA UBER COLUNISTA FALA SOBRE O DESIGN MINEIRO E DESTACA QUATRO NOMES

Em minha visita ao Brasil em abril/2018 para conferir a SP arte - resido em Londres - , dei um pulinho a Minas Gerais a convite do querido amigo e artista plástico Domingos Mazzilli. Embora seja curadora de arte nunca me prendi à arte contemporânea, minha especialidade, e foco da minha carreira acadêmica. Estou sempre garimpando e coferindo novidades nas áreas de moda, decoração, gastronomia, música, design, artesanato, mantendo o rigor e excelência que caracterizam o meu olhar. Sou uma mulher antenada e, ouso dizer, o mundo é pequeno para mim!

Nesta ocasião pude visitar alguns ateliers e oficinas de design. Confesso que fiquei encantada com a qualidade do que está sendo feito hoje Minas por uma nova geração de designers, que nada fica a dever à Europa, Estados Unidos e Japão. Todos eles são herdeiros desta tradição criada no Brasil por Joaquim Tenreiro e Sérgio Rodrigues. São jovens entre 27 e 37 anos que trabalham com madeiras nobres, sustentáveis. O que existe em comum entre eles é o acabamento impecável e artesanal e, embora muito novos, há uma maturidade, um grande poder de síntese e depuração nos objetos que criam, sejam móveis, luminárias ou tábuas de carne que poderiam figurar nas grandes instituições de design no mundo. Fiquem de olho!

André Ferri

André Ferri, 28 anos, é belorizontino, formado em Arquitetura e Urbanismo com especialização em Design de Móveis. Abiscoitou importantes prêmios na área do design nos últimos cinco anos.A madeira é a protagonista do seu trabalho, sobretudo o diálogo com outros materiais. Seus objetos refletem sua personalidade, de forma simples e sólida, transmitindo sua maneira de se relacionar com a matéria prima.

André cria móveis autorais, seja em parceria com indústrias e também na produção independente. Neste caso, as peças são construídas exclusivamente pelas próprias mãos, uma a uma, através das técnicas construtivas da marcenaria tradicional, imprimindo um caráter único e exclusivo. Me encantei sobretudo pelo desenho limpo de suas luminárias e acabei encomendando uma em brasileiríssimo jacarandá para meu studio em Nova York.

Contatoandreferriarq@gmail.com  ou 31 98687-1556

 

Francisco Machado - Oficina NUK

Francisco Machado, o Chico, é um rapaz de 27 anos que antes de falar sobre seu trabalho gosta mesmo é de falar de madeira. “Eu sou Marceneiro. Meu romance é com a madeira! Sou um caçador de imbuia”, diz sorrindo. E que sorriso, diga-se de passagem!

Paixão herdada de seu pai o artista plástico Sérgio Machado, Chico busca no seu ofício as infinitas possibilidades ao executar uma peça de modo artesanal com todos seus desafios e conflitos neste embate com a matéria prima. Sua paixão é a produção, sobretudo de bancos muitíssimo bem-acabados, ergonômicos, com encaixes perfeitos e também faz tábuas de carne arrojadas.

“Quanto mais trabalho no torno

Mais me torno madeira

Transtorno.

Deixar de ser quadrado

E voltar a ser torneado”

Além de tudo, um poeta que tem planos de sacudir o Bonfim no carnaval do ano que vem! Mas isto eu conto depois!

Contato: francisco.nuk@gmail.com - ou 31 9958 - 69681 

 

Eduardo Vilas Boas – Tábuas de carne (Sim! Esse é o nome empresa)

Eduardo Vilas Boas tem 37 anos, mora em Macacos a 20 km de Belo Horizonte onde tem sua oficina. Com uma passagem pela gastronomia, Eduardo se encontrou no ofício da madeira, onde desenvolve uma linha de objetos culinários. Suas bandejas e tábuas de frios são o ponto alto da sua poética. Com um refinado acabamento em marchetaria, ele brinca com madeiras variadas de demolição e reflorestamento e produz intrincados padrões geométricos nos seus objetos, muitas vezes lembrando padrões art-déco. Roxinho, peroba rosa, cedro, jacarandá, pinho-de-Riga dentre outras se unem nas tábuas que são oferecidas em sofisticadas padarias e casas de decoração em Belo Horizonte, onde o artesão cria linhas exclusivas. Presenteei com uma tábua a minha nora que reside no Canadá e, cá entre nós, ainda não depurou o gosto. Em breve eu promoverei uma ortopedia estética! Aguardem!

Contato: tabuasdecorte@outlook.com 31 99569 - 6192

 

Marcelo Toledo – Samaúma Marcenaria

O arquiteto de 35 anos Marcelo Toledo une criação e trabalho artesanal no mobiliário onde se inspira na diversidade, na natureza, na regionalidade. O designer tem um profundo respeito pela madeira, com seu tempo e suas especificidades.

Desinventar a arquitetura, dar novo destino aos objetos, ser artífice da madeira como o poeta Manoel de Barros: “[É preciso] desinventar os objetos. O pente, por exemplo. É preciso dar ao pente funções de não pentear. Até que ele fique à disposição de ser uma begônia. Ou uma gravanha. Usar algumas palavras que ainda não tenham idioma.”

Marcelo trabalha apenas com madeiras certificadas e reutilizadas e assim produz peças atemporais e duráveis que podem ser conferidas nas principais mostras de decoração de Belo Horizonte. São lindos seus bancos e banquetas.

Em tempo: Samaúma é uma árvore conhecida como “árvore da vida” e “escada do céu”, sendo também chamada pelos indígenas de mãe das árvores.

Contato: www.samaumamarcenaria.com.br

 

SUSAN O. CAMPO (COLAB ESPECIAL)

FOTOS  DIVULGAÇÃO 




GALERIA


COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS




MENSAGEM




FACEBOOK