BELEZA

ERA UMA VEZ O BIGODE CHINÊS #MDCODES06/10/18

Dra. Tathya explica pq a reestruturação facial c/ ácido hialurônico é eficaz

A pele do nosso rosto envelhece num ritmo diferente do que a do restante do nosso corpo. Ela está sempre mais exposta e sofre com as mudanças de expressões faciais que temos conforme nosso humor varia no dia a dia. Mas há de se ficar tranquila, isso ocorre com todo ser humano; ninguém é privilegiado com um rosto livre de envelhecimento. E mesmo que se tenha muito cuidado com a pele, é preciso saber que os efeitos do tempo aparecem também nos ossos, músculos e gordura da face.

Os efeitos principais naturalmente costumam aparecer entre os 25 e 30 anos. Estima-se que a partir dos 30, ocorre perda de 1% do colágeno ao ano, o que pode resultar em flacidez e rugas. Paralelamente, inicia-se um processo de reabsorção óssea do crânio e, como ele sustenta todos os tecidos, ocorre um deslocamento dos coxins de gordura. Ao se deslocarem, os coxins geram acúmulos de gordura em áreas como a região central da face, e perda gordura em outras as quais deveriam estar projetadas, como as maçãs do rosto e o queixo. Por tudo isso, recomendamos que o tratamento tenha início ainda na juventude para a prevenção, quando os procedimentos são mais simples e propiciam bons resultados a longo prazo.

No início de agosto, participei do MD Codes™ Distinction, a etapa mais avançada sobre os códigos do MD Codes™, em São Paulo, junto ao cirurgião plástico brasileiro Mauricio Maio, criador dessa técnica. Discutimos protocolos de tratamentos mais complexos e a distinção entre os procedimentos realizados em diferentes pacientes, conforme sua idade e grau de envelhecimento da pele.

Para quem ainda não conhece o MD Codes™, ou nunca ouviu falar, trata-se de uma reestruturação facial, com aplicação do ácido hialurônico em regiões pontuais onde osso e gordura se perderam. O resultado é bastante satisfatório em relação a outros tratamentos rejuvenescedores, proporcionando uma aparência mais harmônica e jovial, sem perder a naturalidade, com efeito lifting, e sem os riscos de uma cirurgia. A abordagem trata e ao mesmo tempo previne o envelhecimento, sendo possível reestruturar e devolver projeção a áreas como bochechas, osso zigomático e queixo, e suavizar olheiras, linhas de marionete e bigode chinês.

Em qual situação é indicado ou quantas seringas de ácido hialurônico serão necessárias varia entre os pacientes. Cada um é único e, sobretudo, tem demandas muito particulares, por isso qualquer procedimento deve ser decidido depois de muita conversa entre médico e paciente. Quanto mais avançada a idade da pessoa, mais chance de recomendarmos um número maior de seringas do que a um individuo mais jovem que está buscando a prevenção. É importante ter conhecimento de que o tratamento pode ser dividido em mais de uma etapa, mediante a necessidade e disponibilidade do paciente. É possível programar até quatro etapas de aplicação em um espaço de um ano, atingindo resultados eficazes.

Para isso, é preciso buscar um profissional que esteja familiarizado com os códigos mais avançados da técnica. As avaliações estéticas são a primeira etapa e a mais determinante antes de iniciar qualquer tratamento, não importa se for de prevenção ou para reparar os efeitos da idade. Converse com seu médico e pergunte sobre o MD Codes™. Garanto que você vai gostar dos resultados!
 
TATHYA TARANTO 
FOTOS: DIVULGAÇÃO



COMPARTILHE A MATÉRIA


COMENTÁRIOS




MENSAGEM




FACEBOOK